A Águas de São Francisco apresentou à Câmara Municipal de Barcarena, no último dia 21, as melhorias promovidas no sistema de água e esgotamento sanitário na zona urbana do município. Os vereadores e a população presente acompanharam a prestação de contas e o planejamento para os próximos anos da concessionária.

 

Nos quase cinco anos foram investidos aproximadamente R$ 39,5 milhões. Até 2044 esse valor chegará a R$ 180 milhões. “Temos hoje laboratório próprio, onde realizamos análise de 2 em 2 horas, garantindo que 100% da água que vai para as casas, via rede pública, é tratada. O Centro de Controle Operacional está em fase de finalização, assim como a melhoria da rede do poço recém ativado em Vila do Conde”, destacou José Braga, diretor-presidente da Águas de São Francisco.

 

“Quando chegamos em 2014 a rede existente era de 111 km, hoje são 172 km. Houve aumento de disponibilidade de rede: antes 21 mil pessoas podiam se conectar ao sistema. Hoje essa realidade já chega a quase 70 mil. Precisamos avançar na adesão para que as famílias usufruam a água tratada”, completou.

 

Os vereadores presentes fizeram indagações e parabenizaram a empresa pela iniciativa de prestar contas junto à população. O vereador João Maciel Batista (PSC), conhecido como Abaeté, sugeriu que a prestação seja constante. “Essa transparência pode virar rotina. De 6 em 6 meses ou a cada ano. Isso é necessário”.

 

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do munícipio de Barcarena (Arsep), representada pelo presidente Affonso Henriques, explicou como ocorre a fiscalização dos serviços de saneamento básico no município.

 

Outras conquistas também foram comentadas: o atendimento à população via lojas físicas (Barcarena Sede e em Vila dos Cabanos); Call Center e WhatsApp; o aumento da oferta de água, não só pelos 59 km de rede implantada, mas também em razão perfuração dos sete poços tubulares profundos; a recuperação e limpezas dos poços existentes e dos reservatórios.

Share Button